O nosso “eu” reside todo na vontade. Por isso, se oferecermos a Deus a nossa vontade oferecemos-Lhe tudo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *