Elementos do grupo extremista Boko Haram atacaram uma aldeia na região nordeste do país, incendiando vários edifícios. Uma das infraestuturas destruídas pertencia à Igreja Católica
Elementos do grupo extremista Boko Haram atacaram uma aldeia na região nordeste do país, incendiando vários edifícios. Uma das infraestuturas destruídas pertencia à Igreja Católica Depois de ter sido restaurado na sequência de um ataque em 2014, o centro catequético de adamawa, no nordeste da Nigéria, voltou a ser alvo esta semana do grupo extremista Boko Haram, mas desta vez foi totalmente destruído pelo fogo. Durante a ofensiva, foram ainda incendiados cerca de duas dezenas de outros urbanística. a situação só não atingiu proporções mais drásticas por a polícia reagiu com prontidão e conseguiu afugentar os militantes islamitas, após uma troca de tiros que provocou a morte a um dos atacantes. Para ahmad Sajoh, comissário de informação de adamawa, o ataque vem demonstrar que a comunidade cristã na Nigéria continua em perigo. Isso mesmo, de resto, afirmaram os bispos nigerianos, numa declaração emitida em maio último, onde alertaram para o momento difícil que está a passar a Igreja Católica na Nigéria, com ataques e assassinatos de sacerdotes e fiéis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *