O governo indiano lançou um dos mais ambiciosos esforços para erradicar a pobreza das zonas rurais.
O governo indiano lançou um dos mais ambiciosos esforços para erradicar a pobreza das zonas rurais. Com o Esquema Nacional de Garantia Rural, um membro de cada um dos 60 milhões de lares rurais da Índia tem garantidos 100 dias de trabalho por ano. Vai receber um salário mínimo de 60 rupias (pouco mais de um euro), ou um subsidio de desemprego caso não haja trabalho. Mais de um terço da população indiana, de mil milhões de pessoas, vive com menos de um euro por dia.
ao abrigo deste programa as pessoas vão construir estradas, melhorar a infra-estrutura rural, contruir canais ou trabalhar em planos de conservação da água.
a primeira fase do programa vai cobrir 200 dos distritos mais pobres e menos desenvolvidos do país. O primeiro-ministro Manmohan Singh lançou o esquema numa aldeia do distrito de anantapur, uma zona de seca frequente. “Temos que trabalhar incansavelmente para assegurar que o esquema beneficia as pessoas mais necessitadas. O principal objectivo do esquema são os mais pobres entre os pobres”, disse.
a presidente do partido do governo, Sonia Gandhi, também esteve presente e descreveu o programa como “um passo importante e revolucionário”. Mas acrescentou: “Independentemente da nobreza do esquema… será inútil se não for implementado com transparência e responsabilidade”.
No entanto, os críticos dizem que este projecto é demasiado custoso e duvidam que o governo o possa manter. alegam que o governo deve investir na melhoria da infra-estrutura rural, especialmente a saúde e a educação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *