«Noite das igrejas» leva populações aos locais de culto, proporcionando-lhes momentos de música, aprendizagem, oração e reflexão
«Noite das igrejas» leva populações aos locais de culto, proporcionando-lhes momentos de música, aprendizagem, oração e reflexãoMais de 600 igrejas e capelas em França vão voltar a estar abertas depois do pôr do sol entre os próximos dias 30 de junho e 7 de julho, dando assim forma à oitava edição da iniciativa Noite das igrejas. O evento proporciona à população visitas guiadas ou à luz das velas, concertos, exposições de criações contemporâneas ou de paramentos e alfaias litúrgicas, leituras e tempos de oração.

a Noite das igrejas assume variadas facetas, sendo que uma delas é a possibilidade das comunidades se reapropriarem da sua igreja, lugar da sua história e das suas raízes, destaca Jean Legrez, arcebispo de albi, iniciador do projeto. através de variadas dinâmicas, a iniciativa atrai artistas, visitantes, curiosos e pessoas que se interrogam, acrescenta o prelado, citado pelos serviços de comunicação do Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura.

Por sua vez, osmembros da Conferência Episcopal Francesa destacam a riqueza da iniciativa. as igrejas foram sempre espaços de criação artística: a visão dos artistas contemporâneos sobre o mundo permite reinventá-lo, despertar os sentidos para a beleza que nos rodeia. O património não é só conservação de coisas velhas, mas é alimento para o presente, assinalam os bispos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *