Não corresponderemos nunca suficientemente à graça da vocação; façamos, porém, da nossa parte tudo o que pudermos e Deus fará o resto. ai de nós se não correspondermos! Devemos estar muito atentos à graça de Deus. Devemos dizer sempre: “Deus chama-me hoje; não sei se me chamará amanhã”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *