Os partidos políticos do Sri Lanka pediram ao governo que comece conversações de paz com os rebeldes Tamil Tigers, informou um porta-voz.
Os partidos políticos do Sri Lanka pediram ao governo que comece conversações de paz com os rebeldes Tamil Tigers, informou um porta-voz. Membros de 15 partidos, incluindo a coligação no poder e a oposição, reuniram-se para dar o seu apoio aos diálogos de paz. a nação vive no receio do regresso ao conflito violento.
Esta decisão visa marcar uma posição para o encontro que na próxima semana vai ter o enviado especial para a paz norueguês, Eric Solheim, com o governo e os rebeldes. Solheim vai encontrar-se com o presidente Mahinda Rajapakse e o líder dos rebeldes, Velupillai Prabhakaran.
Segundo a imprensa, o presidente convocou o encontro multipartidário na noite de quinta-feira, para tentar chegar a um acordo antes de recomeçar o diálogo com os rebeldes. “Todos os partidos políticos que participaram no encontro concordaram que o diálogo de paz deve recomeçar sem mais demoras”, disse o porta-voz Chandrapala Liyanage.
apesar de continuar em vigor o cessar-fogo de 2002, os analistas dizem que o Sri Lanka está a viver uma guerra civil de baixa intensidade. Os diálogos de paz, mediados pela Noruega, estagnaram em 2003.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *