ainda que o desemprego esteja estagnado, os bispos do centro estão preocupados com esta situação.
ainda que o desemprego esteja estagnado, os bispos do centro estão preocupados com esta situação. Os bispos do centro estão preocupados com o desemprego que se verifica nos cinco distritos de que fazem parte as suas seis dioceses. Depois de uma reunião com o delegado Regional de aveiro do Instituto de Emprego e Formação Profissional.
apesar de ter sido notado uma estagnação dos números que compõem o desemprego, em 2005, os bispos pedem medidas concretas.
” Parece estacionar um pouco o nível de desemprego, mas daí­ até à solução do problema é muito importante e muito difícil porque o diagnóstico não é de si a cura”, salienta o bispo de aveiro, antónio Marcelino.
a solução do problema diz respeito a todos, frisou. Quanto ao papel da Igreja, D. antónio Marcelino realça que é preciso que os cristãos tomem consciência das suas responsabilidades neste domí­nio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *