O conselhos dos bispos e o comité de acção social e caridade ainda estão a acompanhar as vítimas, não só financeiramente mas também com programas de desenvolvimento.
O conselhos dos bispos e o comité de acção social e caridade ainda estão a acompanhar as vítimas, não só financeiramente mas também com programas de desenvolvimento. as vítimas da tempestade Damrey, que atingiu o norte do Vietname em Setembro, precisam de ajuda financeira e psicológica urgentemente, disse o conselho dos bispos e o comité de acção social e caridade, que estão envolvidos na distribuição da ajuda que chegou até agora.
a 21 de Setembro, Damrey (“elefante” na língua nacional) atingiu a costa oriental e norte do Vietname, provocando cheias. a província de Yen Bai foi a mais afectada. ao todo, 57 pessoas morreram e 100 mil casas foram destruidas, 200 escolas e 54 estruturas de apoio à saúde ficaram danificadas; 60 mil héctares de terra cultivada ficaram inundados.
Imediatamente depois do desastre, o comité de acção social recebeu mais de 500 mil euros em ajuda humanitária de organizações sociais e de grupos católicos locais e internacionais. Tiveram o apoio de especialistas quanto à melhor maneira de usar os fundos.
Parte dos fundos foi imediatamente investida em alimentos e medicamentos. Mais tarde a necessidade de recursos humanos para ajudar as vítimas tornou-se clara. Os trabalhadores envolvidos nas inicitaivas promovidas pela igreja católica frisam que a ajuda é dada a “todos os que precisam sem distinção de raça ou religião”.
as organizações internacionais enviaram não só dinheiro, mas também ferramentas técnicas para lançar projectos de desenvolvimento nas áreas atingidas. Os edificios estão a ser reparados e reconstruidos e, ao mesmo tempo, decorrem cursos de agricultura e artesanato.
as dioceses das zonas mais afectadas têm planos para outros seis projectos de ajuda destinados às pessoas mais pobres.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *