O corpo do padre José Bottacin foi sepultado esta manhã, 17 de Janeiro, no cemitério de Fátima. Foram muitos os que se associaram a esta última homenagem.
O corpo do padre José Bottacin foi sepultado esta manhã, 17 de Janeiro, no cemitério de Fátima. Foram muitos os que se associaram a esta última homenagem. O missionário da Consolata José Bottacin foi sepultado esta manhã, 17 de Janeiro, no cemitério de Fátima. antes, centenas de pessoas despediram-se deste sacerdote da consolação, na eucaristia que decorreu na capela do Seminário do Instituto Missionário da Consolata.
O bispo da diocese de Leiria-Fátima, Serafim Ferreira e Silva, que presidiu à celebração das exéquias fúnebres, realçou o papel de consolador que o missionário da Consolata exerceu ao longo da vida.
“Era o consolador, no sentido global de animar e dar solidez, firmeza na fé”. Muitos eram os que o procuravam para serem consolados, a quem lhes dava palavras de ânimo e ajuda.
O prelado lembrou ainda que “o padre Zé viveu para os outros, na dimensão da solidariedade e comunidade”, tendo trabalhado na missão em Itália, Moçambique e Portugal, onde se encontrava há 49 anos. Faleceu com 91.
Mais de sete dezenas de sacerdotes concelebraram com os bispos João Alves e augusto César, eméritos das dioceses de Coimbra e Portalegre-Castelo Branco, respectivamente, além de Serafim Ferreira e Silva, que presidiu às exéquias.
Muitos amigos, missionários da Consolata, outros sacerdotes e outros conhecidos quiseram despedir-se do sacerdote a quem, alguns, já chamavam santo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *