No Domingo, Bento XVI apelou ao fim da discriminação contra os migrantes, tanto legais como ilegais, ao mesmo tempo que reconheceu a dificuldade de integração.
No Domingo, Bento XVI apelou ao fim da discriminação contra os migrantes, tanto legais como ilegais, ao mesmo tempo que reconheceu a dificuldade de integração. Falado a milhares de peregrinos reunidos na Praça de S. Pedro, o Papa disse que a migração global causa problemas mas tem que ser aceite porque contribui para desenvolver o respeito por outras culturas e credos.
” a igreja é convidada a entender os aspectos mais positivos que este sinal dos tempos traz consigo: ultrapassar toda a forma de discriminação, injustiça e desprezo pela vida humana, porque cada homem é imagem de Deus”, disse.
a migração é um dos assuntos políticos mais importantes na Itália, a três meses das eleições gerais. O partido da Liga do Norte, membro do governo de centro-direita, tradicionalmente critica a imigração ilegal para ganhar apoio entre os eleitores do norte de Itália. Roberto Calderoni, membro da Liga do Norte e ministro do governo, disse que no ano passado os imigrantes foram “naturalmente violentos” e deviam pagar uma taxa para entrar na Itália.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *