O amor do próximo deve estimular-nos a trabalhar pela salvação de todos os homens. Por isso, não sejamos apáticos e indiferentes, mas sedentos de almas, como Jesus. Deus quer que todos se salvem e pede a nossa colaboração. Pensemos nisto, meditemos nestas verdades e transformemo-las em suco e sangue.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *