Já chegou às mãos dos leitores o número mil do “Voz da Fátima”, órgão oficial do Santuário de Fátima. Quanto ao futuro, a fé e a vontade de Deus o dirão.

Já chegou às mãos dos leitores o número mil do “Voz da Fátima”, órgão oficial do Santuário de Fátima. Quanto ao futuro, a fé e a vontade de Deus o dirão.
São mil números a pensar em mais mil ou mesmo um milhão. O desejo expresso pelo reitor do Santuário de Fátima, no editorial do número 1000, que hoje, 13 de Janeiro, chegou aos leitores.
“Desejemos então que a Voz da Fátima dure mais 83 anos, até 2089, para narrar e cantar, e chorar, o que vai ser a vida do Santuário, da Igreja e do mundo, que só as actuais crianças poderão atravessar.
Monsenhor Luciano Guerra que este jornal foi criado com o intuito de ser uma voz “que levasse mais longe a mensagem que os três pastorinhos de aljustrel nos transmitiram, uma acta que foi a vida deste lugar sagrado nos 83 anos destes mil números com os milhões de pessoas que por aqui passaram, todas elas habitadas de uma força que era superior; com as infindas orações de multidões que se não vêem senão em rarí­ssimos lugares deste outro continente”.
Em jeito de balanço e de objectivos para o futuro, o reitor do Santuário de Fátima aponta que, em relação à Voz da Fátima é a “fé de que foi Deus quem a fundou” e “de Deus vai depender o seu futuro”.
Luciano Guerra passou a ser director da Voz da Fátima na edição de 13 de Maio de 1976. Esta publicação tem uma tiragem de 118 mil exemplares.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *