acordo com agências das Nações Unidas prevê um financiamento de 5,2 milhões de euros para projetos de gestão sustentável do setor florestal e melhoramento do sistema de concessões florestais
acordo com agências das Nações Unidas prevê um financiamento de 5,2 milhões de euros para projetos de gestão sustentável do setor florestal e melhoramento do sistema de concessões florestais a Organização das Nações Unidas para a agricultura e alimentação (FaO) e o Banco Mundial assinaram esta semana um acordo no valor de 5,2 milhões de euros para apoiar o governo moçambicano no programa de reforço da gestão sustentável do setor florestal, melhoramento do sistema de concessões florestais e abertura à participação do setor privado. O pacto insere-se no Projeto de Investimento Florestal Moçambicano recém-aprovado, no valor de 41 milhões de euros, que será financiado pelo Banco Mundial e terá como objetivo conter o ritmo acelerado da desflorestação e apoiar o investimento no setor florestal, para criação de novas oportunidades de rendimentos e de subsistência para as comunidades rurais. ao abrigo deste programa, será desenvolvido, pela primeira vez, um Sistema de Informação Florestal digital e geo-referenciado para substituir os registos em papel existentes e que irá fornecer um banco de dados confiável e verificado para apoiar políticas estratégicas e decisões de gestão.