O secretário-geral das Nações Unidas anunciou a nomeação da francesa Catherine Marchi-Uhel como responsável do painel independente para a investigação e perseguição dos responsáveis “‹”‹pelas mais graves violações do direito internacional na Síria
O secretário-geral das Nações Unidas anunciou a nomeação da francesa Catherine Marchi-Uhel como responsável do painel independente para a investigação e perseguição dos responsáveis “‹”‹pelas mais graves violações do direito internacional na Síria O painel, formalmente conhecido como o Mecanismo Internacional, Imparcial e Independente para auxiliar na investigação e perseguição dos responsáveis “‹”‹pelos crimes mais graves sob o direito internacional cometido na República Árabe da Síria desde março de 2011, foi estabelecido pela assembleia Geral da ONU em dezembro do último ano. O secretário-geral das Nações Unidas, antónio Guterres, nomeou Catherine Marchi-Uhel como a primeira responsável deste Mecanismo internacional. De acordo com um comunicado, Marchi-Uhel possui uma vasta experiência no setor judiciário e no serviço público, inclusive nos campos do direito penal, da justiça de transição e dos direitos humanos e, desde 2015, atuou como provedora do Comité do Conselho de Segurança, de acordo com resoluções relativas ao Estado Islâmico, al- Qaeda e indivíduos, grupos, empresas e entidades associados.