Patrick Harrington, bispo católico de Lodwar, no nordeste do Quénia, apelou ao fim do roubo de gado, prática responsável por gerações de violência na região.
Patrick Harrington, bispo católico de Lodwar, no nordeste do Quénia, apelou ao fim do roubo de gado, prática responsável por gerações de violência na região. Desde 2000 que o bispo está na diocese que faz fronteira com o Uganda, o Sudão e a Etiópia. No seu apelo cita a mensagem para o Dia Mundial da Paz de Bento XVI: ” a paz é um anseio no coração de cada pessoa que não pode ser reprimido”. Disse que não é aceitável viver, como tantos membros da sua congregação, em constante ansiedade. “Parece que estamos cercados por inimigos reais ou potenciais”, disse o bispo.
Roubar o gado de outras comunidades é uma prática comum na região africana. Mas, com a aquisição de armas de fogo tornou-se mais violenta e mortal. O facto das comunidades rivais viverem em outros países leva também à existência de atritos internacionais.
“Que 2006 seja o ano de uma real mudança de coração”, pediu o bispo Harrington. Frisou também a necessidade de “encontros de paz” entre os líderes das comunidades rivais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *