Projeto de apoio aos idosos portuguesas está a ser preparado pelas Misericórdias Portuguesas e deverá ser divulgado até ao final do primeiro trimestre de 2017
Projeto de apoio aos idosos portuguesas está a ser preparado pelas Misericórdias Portuguesas e deverá ser divulgado até ao final do primeiro trimestre de 2017 a União das Misericórdias Portuguesas (UMP) apresenta até ao final de março um projeto de qualificação das comunidades amigas das pessoas idosas. Uma das principais funções do programa é mudar o paradigma do apoio domiciliário, apoiando mais e melhor os utentes, com mais serviços como os de saúde, de maneira a adiar o mais possível a institucionalização dos mais velhos, explicou Manuel de Lemos, presidente da UMP.
O projeto deverá colocar as novas tecnologias ao serviço desta população, para, por exemplo, lutar contra a solidão e reunir as famílias. O programa que está a ser preparado quer envolver as instituições de ensino superior, a comunicação social, o Presidente da República e as autarquias. Estas últimas para que, por exemplo, apostem em melhores transportes e acessibilidades para que os mais velhos se possam deslocar mais facilimente.
De acordo com Manuel Lemos, o grande objetivo desta proposta passa por ajudar a qualificar a vida. Nós temos que tornar as comunidades mais amigas e mais seguras, realçou o responsável, citado pela agência Lusa, alertando para o facto das tendências de envelhecimento em Portugal serem no mínimo assustadoras.