Embora os países de todo o Médio Oriente e Norte da África tenham feito grandes avanços na proteção dos direitos e bem-estar das crianças desde há 70 anos, os conflitos na região podem reverter esses ganhos para 157 milhões de crianças
Embora os países de todo o Médio Oriente e Norte da África tenham feito grandes avanços na proteção dos direitos e bem-estar das crianças desde há 70 anos, os conflitos na região podem reverter esses ganhos para 157 milhões de crianças Quase uma em cada cinco crianças em todo o Médio Oriente e Norte da África precisa de ajuda humanitária imediata, com conflitos violentos, pobreza e deslocamento a criarem condições terríveis que empurram quase 29 milhões de meninos e meninas para o abismo, de acordo com a UNICEF. Olhar para os 70 anos de trabalho da UNICEF pelas crianças é uma fonte de grande orgulho. Todos os países da região ratificaram a Convenção sobre os Direitos da Criança, menos crianças morrem antes dos cinco anos de idade e as taxas de matrícula escolar melhoraram, apontou Geert Cappelaere, diretor regional da UNICEF para o Médio Oriente e Norte da África, ao sublinhar os grandes avanços na proteção dos direitos e bem-estar das crianças desde que a UNICEF foi criada. Mas os conflitos podem inverter esses ganhos para 157 milhões de crianças em toda a região, tornando o nosso mandato para os proteger mais crucial do que nunca, acrescentou Geert Cappelaere.