a Comissão Europeia está a lançar o Corpo Europeu de Solidariedade para jovens interessados em ajudar os mais desprotegidos. a iniciativa tem a vertente de voluntariado e a profissional
a Comissão Europeia está a lançar o Corpo Europeu de Solidariedade para jovens interessados em ajudar os mais desprotegidos. a iniciativa tem a vertente de voluntariado e a profissionalOs jovens europeus que desejem ajudar em situações de crise têm agora à disposição o Corpo Europeu de Solidariedade (CES). Em Portugal, a iniciativa conta com o apoio da assistência Médica Internacional (aMI) e é apresentada esta quarta-feira, 7 de dezembro, na sede da organização humanitária, em Lisboa.
O projeto permite que os jovens interessados em participar numa atividade de solidariedade em toda a Europa possam trocar ideias e experiências, explica a Representação da Comissão Europeia em Portugal, num comunicado citado pela agência Lusa. as organizações participantes terão que assinar uma Carta dos Princípios Fundamentais, passando a poder recrutar jovens através da plataforma.
O CES foi pensado e criado para os jovens com consciência social, que estão dispostos a ajudar a sociedade de uma forma útil e ajudar a promover a solidariedade, explicou Jean-Claude Juncker, presidente da Comissão Europeia, quando revelou este projeto, no passado mês de setembro.
a iniciativa tem a vertente de voluntariado e a profissional. aos jovens participantes, o CES faculta alojamento, alimentação, despesas de viagem, seguro e mesada. O projeto é dirigido a jovens com idades compreendidas entre os 18 e os 30 anos, tendo como meta a adesão de 100 mil jovens até 2020.