a diocese de Incheon, à qual pertencem os Missionários da Consolata, atingiu quase o número de 200 sacerdotes.
a diocese de Incheon, à qual pertencem os Missionários da Consolata, atingiu quase o número de 200 sacerdotes. a 8 de Dezembro, no ginásio municipal de Puchon foram ordenados sacerdotes 14 jovens, três dos quais membros de duas congregações religiosas. Estive presente na cerimónia, que durou três horas, onde também foram ordenados 15 diáconos.
Tal como outras dioceses coreanas, a diocese de Incheon tem tido, anualmente, um número de ordenações bastante elevado. a média situa-se entre os 10 e os 12 por ano. é de notar, porém, o carácter marcadamente diocesano desta Igreja coreana, na qual a presença de comunidades religiosas e missionárias é ainda pouco significativa e compreendida.
acontece que nem sempre as comunidades religiosas são “bem vistas” pelos sacerdotes diocesanos, dado que a quantidade do clero tem tendência a aumentar (apesar de alguns dizerem que as vocações estão a diminuir). Há quem afirme que os religiosos são “dispensáveis”. Ou seja, não vêem o porquê da sua presença na Igreja da Coreia como religiosos e missionários. Basta tomar esta diocese como exemplo: das cento e poucas paróquias, poucas são as que não tem vice-pároco.com o ritmo actual de ordenações, daqui a poucos anos não precisarão dos religiosos para ajudar no trabalho paroquial.
as congregações religiosas, incluindo os Missionários da Consolata, têm-se destacado do clero diocesano pelo cariz das actividades e, sobretudo, pelo carisma e riqueza que cada uma traz à Igreja local. é de louvar o facto da Igreja coreana estar tentando dar resposta às suas próprias necessidades, mas é também sabido que nenhuma Igreja é adulta se não sair das suas fronteiras.
aqui entra, obviamente, o trabalho de animação missionária. a Igreja coreana pode e deve partilhar com a Igreja universal a sua própria riqueza. Basta pensar que actualmente, são cerca de 450 os missionários coreanos que trabalham no exterior, enquanto que, por exemplo, os missionários protestantes são mais de 10 mil.
Álvaro Pacheco, missionário da Consolata
Foto: Neo-sacerdote abençoa os fiéis da paróquia de Kyesang Dong (diocese de Incheon)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *