O Fundo Monetário Internacional aprovou o plano para perdoar 4,5 mil milhões da dívida de 20 dos países mais pobres do mundo.
O Fundo Monetário Internacional aprovou o plano para perdoar 4,5 mil milhões da dívida de 20 dos países mais pobres do mundo. a iniciativa faz parte da estratégia de luta contra a pobreza concebida pelos oito países mais industrializados do mundo (G8) em Julho.com o Banco Mundial e o Fundo Monetário Internacional (FMI) traçaram o objectivo de perdoar 50 mil milhões de dívida externa dos países mais pobres do mundo.
Cerca de 70 por cento da dívida externa foi contraí­da com o Banco Mundial, e a restante com o FMI e o Banco de Desenvolvimento africano. Espera-se que o Banco Mundial anuncie o perdão de 35 mil milhões de dívida na próxima semana.
Entre os países beneficiados por esta medida estão: Benin, Bolívia, Burkina Faso, Cambodja, Etiópia, Gana, Guiana, Mali, Nicarágua, Níger, Ruanda e Tanzânia. Muitos deles qualificaram por terem realizado reformas económicas e avançado na redução da corrupção.
O objectivo do perdão da dívida é libertar as nações mais pobres deste jugo, permitindo que gastem mais dinheiro na melhoria das condições de vida e na redução da pobreza. é um passo crucial para poder atingir os Objectivos de Desenvolvimento do Milénio das Nações Unidas, que incluem a redução do número de pessoas que vivem em pobreza extrema para metade até 2015.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *