Há pessoas que vivem continuamente amarguradas; estão sempre a fazer actos de contrição. Qual quê! Em vez de contrição, façam actos de amor a Deus! Desse modo farão mais progressos na via da perfeição e terão o coração mais aliviado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *