O arcebispo de Bombaim, Ivan Dias, garantiu em Fátima que os católicos estão fortemente presentes na Índia.
O arcebispo de Bombaim, Ivan Dias, garantiu em Fátima que os católicos estão fortemente presentes na Índia. “apesar de sermos uma minoria – somos apenas 1,8 por cento – a nossa voz é bastante forte”, assegurou o arcebispo de Bombaim, ontem em Fátima, durante um colóquio dedicado ao Cristianismo na Índia, uma das diversas iniciativas que os Missionários do Verbo Divino organizaram, no fim de semana, para assinalar os 500 anos do nascimento São Francisco de Xavier, grande evangelizador do Oriente.
E exemplificou: “Na prevenção da sida o governo indiano adoptou o programa do planeamento familiar das dioceses católicas da Índia nas escolas públicas daquele país que, de acordo com as palavras do prelado, poderá tornar-se dentro de pouco tempo a “capital da sida”.
Para o cardeal Ivan Dias, a “interacção dos católicos com pessoas de outras religiões é normal”. aliás, o arcebispo referiu que, semanalmente, ocorrem cerca de 70 mil crentes de outras religiões aos seis santuários marianos existentes na diocese de Bombaim. “Muitos não compreendem bem a beleza de tal convivência e criticam-na”, comentou o arcebispo, sublinhando que “não importa as ideias com que os pagãos vêm aos nossos santuários, mas o sentimento de paz e amor com que voltam para casa”.
antes disso, o arcebispo contou também que o povo indiano se sente “fortemente atraí­do pela nossa Mãe Celestial”. Muitos, confessou ainda, “aprendem a rezar o terço”. “Nossa Senhora é um agente muito importante no diálogo inter-religioso”, concluiu.
O arcebispo de Bombaim lembrou ainda que, a Índia de hoje se apresenta como um “mosaico de religiões e de tradições culturais”: 80 por cento do povo indiano ” que conta hoje com um bilião e duzentos milhões de pessoas ” é hindu, 12 por cento é muçulmano e os restantes oito por cento são jains, sikhs, parsis e cristãos. Há também um pequeno grupo de judeus.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *