O presidente palestiniano Mahmoud abbas vai encontrar-se com Bento XVI a 3 de Dezembro.
O presidente palestiniano Mahmoud abbas vai encontrar-se com Bento XVI a 3 de Dezembro. O líder palestiniano, que está a fazer uma visita oficial à Itália, vai encontrar-se com o Papa, duas semanas depois do presidente israelita ter feito uma visita ao Vaticano. Mahmoud abbas, conhecido entre os seus apoiantes como “abu Mazen”, assumiu a liderança da autoridade Palestiniana depois da morte de Yasser arafat em Novembro 2004.
arafat manteve uma longa relação de trabalho com João Paulo II, encontrando-se com o Pontífice 12 vezes em diversas ocasiões. Esses encontros contribuiram para melhorar a imagem internacional de arafat, levando ao seu reconhecimento como um líder popular palestiniano. O encontro do Papa com arafat em Belém, durante a sua peregrinação à Terra Santa no ano 2000, foi um sinal poderoso da preocupação do Vaticano pelos direitos dos palestinianos e pelo processo de paz no Oriente Médio.
as relações entre arafat e o Papa também ajudaram a pavimentar o caminho para um “acordo fundamental” entre a Santa Sé e a autoridade Palestiniana. assinado em 2000, é semelhante ao que foi assinado com o governo israelita em 1993. apesar da protecção legal, a vida dos cristãos palestinianos é cada vez mais difícil. Menos de 50 mil cristãos permanecem em território palestiniano, rodeados por três milhões de muçulmanos.com milhares de jovens cristãos a partir para a liberdade e segurança que encontram no ocidente, os poucos cristãos palestinianos que ficam enfrentam hostilidades, discriminação e ameaças.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *