Reunidas em Fátima, as direcções provinciais dos missionários da Consolata, com a direcção geral do Instituto, analisam os novos desafios que se lhes colocam na Europa em acelerada mudança.
Reunidas em Fátima, as direcções provinciais dos missionários da Consolata, com a direcção geral do Instituto, analisam os novos desafios que se lhes colocam na Europa em acelerada mudança. Depois do XI Capítulo geral, que se realizou em São Paulo, Brasil, em Maio passado, os missionários da Consolata de Europa estão a programar as suas actividades para o próximo sexénio.com a direcção geral do Instituto, encontram-se reunidas em Fátima, até ao próximo sábado, 3 de Dezembro, as direcções provinciais de Portugal, Espanha e Itália, acompanhadas pelos responsáveis dos sectores de animação missionária e vocacional e Justiça e Paz.
Depois de uma conferência do jesuíta alfredo Dinis, sobre “Europa hoje, entre problemas e promessas”, os missionários estão à procura de determinar quais os desafios que a Europa hoje lhes apresenta no seu trabalho missionário.
as mudanças socio-económicas dos últimos anos, assim como de valores, exigem à Igreja aos seus agentes modelos de presença e de actuação que sejam mais proféticos e menos jurí­dicos.
Na sua análise, os missionários advertem que a velocidade das mudanças, o envelhecimento da população europeia, as migrações, a diversidade de culturas, as nova linguagens e as novas pobrezas influem sobre as suas práticas pastorais, exigindo meios materiais e humanos adequados, além de um profunda preparação a nível humano e espiritual.
Foto, à direita: Norberto Louro, superior provincial de Portugal, aquiléo Fiorentini, superior geral.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *