Está a decorrer em Roma a VI cimeira dos que foram galardoados com o Prémio Nobel da Paz. a palavra de ordem é a procura de uma nova organização para o mundo, desta vez incluindo o continente africano.
Está a decorrer em Roma a VI cimeira dos que foram galardoados com o Prémio Nobel da Paz. a palavra de ordem é a procura de uma nova organização para o mundo, desta vez incluindo o continente africano. Temos que elaborar uma nova ordem mundial da qual João Paulo II já falava, para assegurar um mundo mais estável, justo e humano, afirmou o antigo presidente soviético Mikhail Gorbachev, concluindo assim a sua intervenção na abertura da VI cimeira dos que já receberam o Prémio Nobel da Paz. a Ciemira deste ano tem como tema: Emergência africana, da atenção para a acção.
Precisamos de um mapa mundial que indique os limites que não podem ser ultrapassados por nenhum país, temos que cuidar dos destinos da humanidade; precisamos de acções imediatas e concretas, uma espécie de tratado global numa organização mundial que tenha em conta a diversidade cultural, acrescentou o homem que pôs termo à guerra fria, segundo relatou a agência de notícias MISNa.
Gorbachev levantou questões que serão cada vez mais importantes: o problema da água, a distribuição dos recurso energéticos e as relações com os outros, como foi demonstrado pelos recentes protestos nos bairros degradados de Paris.
Nelson Mandela, que foi galardoado com o Nobel da Paz com o arcebispo Desmond Tutu pela luta contra o racismo, através de uma mensagem em vídeo, expressou a sua satisfação pelo facto de dois terços dos países africanos, num total de 53, terem instituições democráticas. Também chamou a atenção aos grandes problemas que afligem o continente africano, a começar pela sida, que definiu como a pior emergência, ainda pior que o apartheid.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *