Quem é que não sente um amor desvelado pela sua própria mãe? Ora se o sentimos pela nossa mãe da terra, porque não havemos de senti-lo também pela Mãe do céu?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *