Deus podia fazer-nos santos de um dia para o outro, mas não quer: permite que continuemos a ter defeitos, para que, combatendo-os, alcancemos mais méritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *