a comunidade de Sydney está indignada e chocada com o brutal assassínio de um reformado de 73 anos conhecido localmente pelas suas boas obras.
a comunidade de Sydney está indignada e chocada com o brutal assassínio de um reformado de 73 anos conhecido localmente pelas suas boas obras. Lindsay Martin foi encontrado com ferimentos na cabeça depois da sua casa, no sul de Sidney, ter sido incendiada esta madrugada. Faleceu no hospital pouco depois de ter dado entrada. O detective inspector adam Purcell disse que a vítima sofreu horríveis ferimentos múltiplos na cabeça.
Uma notícia horrível, mas sem repercussões internacionais, não fosse a relação deste homem com a comunidade onde vivia. as pessoas na zona pintaram uma imagem brilhante do seu trabalho comunitário, disse o polícia à imprensa. Martin era bem conhecido pelo seu trabalho voluntário no Centro de Recursos Comunitários local.
Bem Thompson, um amigo de 21 anos disse à imprensa: Ele era um homem generoso, simpático e atencioso. Faria todo o possível para ajudar os outros. Daria a sua própria camisa. EU tive um momento difícil na minha vida e ele ajudou-me a sair. Martin vivia sozinho, disse Thompson, mas tinha sempre muita gente nova à sua volta.
Muitas vezes falava com os jovens no supermercado. Nós ficávamos fora do supermercado local e bebíamos um café e falávamos com ele disse Thompsan, acrescentando que Martin falava com todos os que se aproximavam a ele. Ele não era rico. Era uma pessoa normal que fazia o seu melhor pela comunidade.
Uma vida impressionante, um exemplo para todos. Infelizmente, foram as circunstâncias da sua morte que o fizeram internacionalmente conhecido…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *