Vários líderes religiosos fizeram uma visita de solidariedade à comunidade cristã de Sangla Hill, a 14 de Novembro. Um grupo de dois mil muçulmanos destruí­ra as igrejas e propriedades dos cristãos.
Vários líderes religiosos fizeram uma visita de solidariedade à comunidade cristã de Sangla Hill, a 14 de Novembro. Um grupo de dois mil muçulmanos destruí­ra as igrejas e propriedades dos cristãos. O ministro do Punjab, Chaudhary Pervaiz Elahi, encontrou-se com os líderes religiosos na casa do arcebispo de Lahore. Expressou a sua tristeza pelo incidente e prometeu actuar contra os responsáveis, assim como apoiar a reconstrução das igrejas e outros urbanística destruídos.
O arcebbispo exigiu que o ministro visite o local e tomemedidas para erradicar a intolerância religiosa e o terrorismo, empenhando-se para que as leis da blasfémia sejam abolidas. Os líderes religiosos anunciaram que todas as escolas que pertencem às igrejas estarão fechadas a 17 de Novembro, em sinal de protesto.
Os ataques foram motivados por alegadas blasfémias de um jovem cristão. No passado Domingo, 12 de Novembro, uma furiosa multidão, cerca de dois mil muçulmanos, incitados pelos líderes religiosos, marchou para a aldeia de Sangla Hill.
Vandalizaram e quei­ma­ram três igrejas, um convento, duas escolas católicas, as casas de um pastor protestante e de um pároco, uma pousada para raparigas e as casas de alguns cristãos. a arquidiocese de Lahore lamentou que a polícia não tivesse posto termo à violência.
Entre os visitantesà aldeia de Sangla Hill, estavam Lawrence John Saldanha, arcebispo da diocese católica de Lahore; o bispo alexander John Malik, moderador da Igreja do Paquistão; Victor azraiah, do Conselho Nacional das Igrejas do Paquistão; o bispo Samuel azariah e representantes do Exército da Salvação; o padre Emmanuel Yousaf Mani, director nacional da Comissão de Justiça e Paz, acompanhado de Irfan Barkat e ayra Indrias, membros da comissão; o padre andrew ansari, vigário-geral das dioceses católicas de Lahore; o legislador akram Masih Gill. O ministros federal dos transportes ferroviários, natural da zona, e o secretário-geral da liga muçulmana de Punjab também visitaram a aldeia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *