No penúltimo dia do Congresso para a Nova Evangelização, o cardeal Christoph Schonborn apelou ao conhecimento da “história extraordinária da transmissão do Evangelho a partir da Europa”.
No penúltimo dia do Congresso para a Nova Evangelização, o cardeal Christoph Schonborn apelou ao conhecimento da “história extraordinária da transmissão do Evangelho a partir da Europa”. Os pobres, os doentes, os prisioneiros, são os irmãos de Jesus, proclamou o cardeal de Viena, Christoph Schonborn, presidindo à eucaristia do penúltimo dia do Congresso para a Nova Evangelização, no mosteiro dos Jerónimos, em Lisboa (ICNE).
Não se trata da família natural, com a qual várias vezes Jesus parece ter uma relação incómoda, segundo os evangelhos. Jesus veio para formar e fundar a sua própria família. a família de Deus, sublinhou o cardeal. a sua missão consiste em reunir os filhos de Deus dispersos e conduzi-los à casa de seu Pai.
Essa é a missão que Ele confiou aos seus discípulos: Convocar os homens para a família à qual Deus os destinou. Para serem seus filhos, para serem irmãos, irmãs e mães de Jesus, explicou o cardeal de Viena.
a família de Jesus é a imagem da missão da Igreja, da missão nesta cidade (Lisboa), nas nossas cidades europeias, simplesmente da missão. Evangelizar, fazer missão é convocar todos os homens para a família de Deus.
Conhecer melhor a epopeia missionária da Europa, a história extraordinária da transmissão do Evangelho a partir da Europa é um fundamental. Conhecer como a família de Jesus se alargou aos horizontes do mundo inteiro.
Maria é mãe de Jesus porque fez a vontade de seu Pai. acreditou. Por isso foi a primeira missionária do seu filho: aceitou consolar, enxugar as lágrimas, fazer a paz, reunir os irmãos e irmãs de Jesus, os seus próprios filhos.
Maria é a mãe da família de Jesus. Christoph Schonborn terminou a homilia confiando a Maria a fé das nossas cidades, das nossas capitais da Europa. Ela estará presente na alba da manhã de Páscoa, bem-aventurada, aquela que acreditou, a estrela da manhã da nova evangelização.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *