Mais de 50 prisioneiros foram evacuados de uma ala de um centro de detenção para imigrantes na madrugada de 12 de Novembro, depois de uma série de incêndios terem sido ateados em forma de protesto.
Mais de 50 prisioneiros foram evacuados de uma ala de um centro de detenção para imigrantes na madrugada de 12 de Novembro, depois de uma série de incêndios terem sido ateados em forma de protesto. Um porta-voz do departamento da imigração disse que os fogos ocorreram no centro de detenção de Baxter, no estado da austrália do Sul. Neste centro estão detidos cerca de 250 imigrantes ilegais. a calma voltou a todas as áreas de Baxter, disse o porta-voz à agência Reuters, acrescentando que os incêndios parecem ter origem intencional.
Também revelou que 58 homens solteiros foram evacuados da sua ala no centro de detenção. além disso, uma pessoa foi levada para o hospital devido à inalação de fumo, outros cinco receberam tratamento no local.
Os bombeiros disseram que foram ateados quatro incêndios separados, aparentemente durante uma comoção em Baxter, mas o porta-voz do departamento da imigração disse que as notícias de um motim no centro não têm fundamento. Houve alguma comoção perto do momento em que começaram os incêndios. a situação foi rapidamente controlada disse.
a austrália tem uma estrita política de detenção para pessoas cujos vistos tenham caducado e para os que chegam ilegalmente ao país para pedir asilo, apesar do governo ter concordado este ano que as crianças e grupos familiares vivam em casas comunitárias.
Os centros de detenção têm sido criticados pelas organizações dos direitos humanos, as quais afirmam que a detenção por tempo indefinido dos que procuram asilo mas chegam ilegais vai contra a convenção internacional dos direitos humanos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *