Os líderes da União Europeia (EU) mostraram diferentes opiniões sobre como agir face à globalização numa cimeira informal nos arredores de Londres a 27 de Outubro.
Os líderes da União Europeia (EU) mostraram diferentes opiniões sobre como agir face à globalização numa cimeira informal nos arredores de Londres a 27 de Outubro. O objectivo deste encontro resolver as tensões resultantes da falta de acordo quanto ao orçamento comunitário. O presidente da comissão europeia, José Barroso, apresentou uma estratégia para adaptar o generoso modelo social da Europa, dando liberdade de comércio e de serviços, investindo mais na educação superior, investigação e inovação, e criando um fundo de emergência para assistir os trabalhadores que possam ser prejudicados no processo.
Representantes italianos e britânicos dizem ter havido grande apoio à proposta de Barroso, mas houve muitas críticas à sua ideia de criar um Fundo de ajuste à Globalização para ajudar os novos desempregados a ter acesso à formação e procurar novo trabalho.
O primeiro-ministro britânico, Tony Blair, com o encontro em Hampton Court, pretendia aumentar o consenso quanto às reformas que os 25 países da União Europeia (UE) têm que fazer para enfrentar a competição global, incluindo um mercado cada vez mais livre.
Pretende um acordo para modernizar as prioridades dos gastos da UE, menos subsídios à agricultura e mais investimento na economia do conhecimento. No entanto, o seu porta-voz reconheceu que houve pouco progresso. Podemos não ter as respostas hoje mas estamos a começar a colocar as perguntas adequadas e a formular o debate, disse aos jornalistas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *