Parceria entre a Junta de Freguesia dos Olivais (Lisboa) e o Instituto Missionário da Consolata alia a arte urbana ao embelezamento do espaço público e combate o preconceito que ainda existe em relação a este tipo de intervenção artí­stica
Parceria entre a Junta de Freguesia dos Olivais (Lisboa) e o Instituto Missionário da Consolata alia a arte urbana ao embelezamento do espaço público e combate o preconceito que ainda existe em relação a este tipo de intervenção artí­stica Ocupado durante anos por temas de propaganda política, o muro exterior da Casa Regional dos Missionários da Consolata está a ganhar uma nova dimensão estética, à medida que os três vencedores do concurso Olivais Urban’art vão concluíndo as suas pinturas, alusivas ao tema Liberdade. a pintura mural, a primeira de muitas outras que a Junta de Freguesia dos Olivais pretende promover, será inaugurada este sábado, 25 de abril, data em que se assinala a revolução dos cravos. Queremos combater o preconceito em relação à arte urbana e recuperar o espaço público sem gastar muito dinheiro. a adesão ao concurso foi muito boa e uma prova que o projeto deve continuar, disse a vogal da Cultura na autarquia dos Olivais, ana Crista, acrescentando que o tema para este concurso foi escolhido como conceito e sem conotação política. a escolha dos vencedores foi feita por um júri constituído por um representante da Junta de Freguesia dos Olivais, da Street artist Regg, da Galeria da arte Urbana da Câmara Municipal de Lisboa e da Delegação Portuguesa do Instituto Missionário da Consolata. ana Crista sublinha a importância da parceria entre a autarquia e a Consolata, enaltecendo o trabalho dos missionários na freguesia, a nível religioso e social.