O coordenador do núcleo Distrital de Braga da Rede Europeia anti Pobreza/Portugal (REaPN) convidou os jovens a denunciar situações de pobreza.
O coordenador do núcleo Distrital de Braga da Rede Europeia anti Pobreza/Portugal (REaPN) convidou os jovens a denunciar situações de pobreza. Ousem tomar a palavra ou a imagem para denunciar com clareza e justiça situações de pobreza e fome, disse Carlos aguiar Gomes, na passada segunda feira, Dia Internacional para a Erradicação da Pobreza. O convite foi feitono decorrer de uma cerimónia que serviu para entregar os prémios e certificados de participação no concurso de fotografia Um certo olhar sobre a pobreza.
Para o coordenador, a estimativa de haver em Portugal cerca de dois milhões de pessoas que vivem no limite da pobreza pode estar aquém da realidade. Na sua perspectiva, há mais pobres que vivem perto de nós e há pessoas que se cruzam connosco, mas que não dão a conhecer a sua pobreza. Há também os números da solidão, do abandono e da doença que, para Carlos aguiar Gomes são outras formas de pobreza menos visíveis, mas não menos escandalosas
assim, o coordenador do núcleo distrital do REaPN disse acredita que a luta contra a pobreza não é pertença de qualquer grupo político, mas de todos os que se sentem homens e irmãos de todos.
Por fim, refira-se que o concurso de fotografia Um certo olhar sobre a pobreza foi promovido pelo núcleo distrital de Braga do REaPN e foi especialmente dirigido aos estudantes do ensino secundário do distrito de Braga.
ao todo, aderiram à iniciativa 35 alunos que apresentaram 70 trabalhos que podem agora ser apreciados até ao próximo dia 28 de Outubro nas instalações da Loja do Cidadão de Braga.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *