O governo belga concedeu ao Burundi dois milhões de euros para pagar os salários dos funcionários públicos, a favor da estabilidade social do país.
O governo belga concedeu ao Burundi dois milhões de euros para pagar os salários dos funcionários públicos, a favor da estabilidade social do país. Representantes da Bélgica e do Burundi assinaram, na passada sexta-feira, um acordo de concessão de dois milhões de euros. Segundo oporta-voz do ministro da cooperação e do desenvolvimento da Bélgica, Erik Silance,o dinheiro deve chegar a Bujumbura, capital do Burundi, dentro de alguns dias. É uma operação muito específica, que responde a um pedido das autoridades burundinenses, acrescentou o prota-voz.
asoma equivale ao salário dos funcionários públicos do Burundi de um mês e meio. Segundo Erik Silance, é fundamental para a Bélgica que a antiga colónia pague os salários dos seus funcionários, especialmente agora que o processo de paz tomou um alento prometedor.
O Burundi completou uma série de actos eleitorais que marcaram a entrada em funções de um governo democrático, depois de mais de 10 anos de guerra civil, reavivando assim as esperanças de um futuro pacífico para o país. Erik Silance declarou que a União Europeia está disposta a apoiar a nova administração do Burundi.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *