Em apenas um mês, o número de pessoas infectadas e mortes causadas pelos numerosos surtos de cólera em África duplicaram, principalmente na região ocidental.
Em apenas um mês, o número de pessoas infectadas e mortes causadas pelos numerosos surtos de cólera em África duplicaram, principalmente na região ocidental. Os números são da Organização Mundial de Saúde (OMS) em relação à zona ocidental africana. Foram registados 45 mil casos de infecção e mais de 720 vítimas.
De acordo com a OMS, a chuva intensa deste ano e o grande movimento de pessoas contribuíram para uma difusão excepcional da cólera nos últimos meses. Estes números são baseados na informação continuamente actualizada pelos ministérios da saúde dos países afectados na zona ocidental do continente africano, onde estão as nações mais afectadas.
Os surtos pouco habituais começaram depois do verão no Burundi, Benin, Mali, Senegal, Uganda, Níger. Nigéria, Guiné, Guiné-Bissau, Burkina Faso, Libéria, Mauritânia, Republica Democrática do Congo e Serra Leão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *