O Papa Bento XVI convidou esta sexta-feira as autoridades e organizações sociais do México a “unir esforços” contra o narcotráfico e o crime organizado, ao receber o novo embaixador no Vaticano.
O Papa Bento XVI convidou esta sexta-feira as autoridades e organizações sociais do México a “unir esforços” contra o narcotráfico e o crime organizado, ao receber o novo embaixador no Vaticano. Segundo o jornal venezuelano El Nacional, o pedido do Papa foi feito ao embaixador Luís Felipe Bravo Mena, que foi recebido no palácio apostólico de Castel Gandolfo, na periferia de Roma, por ocasião da apresentação das suas credenciais.
É urgente que todos unam esforços para erradicar este mal, através da difusão dos autênticos valores humanos e a construção de uma verdadeira cultura da vida. a igreja oferece toda a sua colaboração neste campo, afirmou o Papa, referindo-se ao narcotráfico.
Bento XVI pediu também que a população indígena mexicana seja integrada respeitando os seus costumes e a forma de organização das suas comunidades, um tema tratado em muitas ocasiões com o seu antecessor João Paulo II.
Encorajo os responsáveis das instituições públicas a que favoreçam, tendo como base uma efectiva igualdade de direitos, a participação activa dos povos indígenas no caminho e progresso do país. É uma justa e irrenunciável aspiração, cuja realização será fundamento da paz, que tem que ser um fruto da justiça, afirmou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *