Grupos de mulheres, liderados pela primeira-ministra Luísa Diogo, consignaram um manifesto em que exigem ao governo igualdade de oportunidades em todos os aspectos da vida.
Grupos de mulheres, liderados pela primeira-ministra Luísa Diogo, consignaram um manifesto em que exigem ao governo igualdade de oportunidades em todos os aspectos da vida. ao mesmo tempo deram destaque ao papel das mulheres na luta contra a pobreza e a Sida.
Falando no final da marcha, realizada a 19 de Setembro na capital Maputo, Luísa Diogo apelou a que se continue a pressionar o governo, principalmente no que respeita à violência doméstica e à feminização da pobreza.
Segunda as manifestantes, é um facto que a pobreza aflige de modo especial as mulheres. Luísa Diogo deu especial importância à educação para a população feminina, os cuidados de saúde e o acesso ao campo do trabalho, como empregadas e como pequenas empresárias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *