Em todo afeganistão segunda-feira 19 de Setembro, camelos, camiões e burros carregam as caixas de voto seladas para os centros de contagem dos votos.
Em todo afeganistão segunda-feira 19 de Setembro, camelos, camiões e burros carregam as caixas de voto seladas para os centros de contagem dos votos. as eleições de domingo, 18 de Setembro foram um momento histórico. Foram as primeiras eleições democráticas em anos e as primeiras de sempre em que as mulheres puderam votar e ser candidatas.
Os líderes mundiais aplaudiram os votos, dizendo que os afegãos lutaram contra a violência talibã demonstrando a determinação necessária para construir um futuro pacífico. a comissão eleitoral estimou que 50 por cento dos eleitores votaram. Um número inferior ao das eleições presidenciais em 2004, que tiveram uma afluência de 67 por cento.
as eleições para a assembleia nacional e para os conselhos de província avançaram, apesar das ameaças talibãs. Pelo menos 14 pessoas perderam a vida violentamente, mas as eleições decorreram bastante pacificamente e em todas as regiões.
Filas de camiões formaram-se fora do centro de contagem de Cabul, enquanto as tropas das Nações Unidas vigiavam a estrada principal. Foram usadas 150 mil urnas de voto. a contagem deve começar dentro de duas semanas.
Os talibãs tinham pedido aos eleitores que boicotassem as eleições, mas não conseguiram pôr fim à preparação eleitoral, apesar de meses de violência que tiraram a vida a mais de mil pessoas.
Não há um sistema partidário no afeganistão, cada candidato corri individualmente, o que faz esperar um parlamento fragmentado. Os membros do parlamento vão centrar os seus esforços nas agendas locais, mas figuras políticas de peso, incluindo oponentes do presidente Hamid Karzai, podem vir a conquistar lugar no parlamento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *