as agências de ajuda humanitária lançam o alerta para a insegurança alimentar que vivem vários países africanos, especialmente no sul do continente. é necessário actuar com urgência.
as agências de ajuda humanitária lançam o alerta para a insegurança alimentar que vivem vários países africanos, especialmente no sul do continente. é necessário actuar com urgência. De acordo com o Programa Mundial de alimentação (PMa) das Nações Unidas (ONU), aproximadamente 10 milhões de pessoas necessitam de ajuda, depois das mais severas secas desde 1992. Segundo a Oxfam, uma agência humanitária, o mundo não está a actuar prontamente, ignorando as lições da crise no Níger.
Esta agência adverte que vários países, entre eles o Malawi, a Zâmbia, o Zimbabué e Moçambique enfrentam um grave risco de fome generalizada.
Também no Quénia já começaram a soar os alarmes. Segundo o PMa, um milhão de pessoas vai precisar de ajuda alimentar até Fevereiro 2006. O nosso correspondente no Quénia, Tobias Oliveira, Missionário da Consolata, afirma que é uma triste realidade. O país perdeu 20 pontos no índice de desenvolvimento das Nações Unidas,em apenas3 anos. Nós aqui vemos as coisas andar por mau caminho, conclui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *