Devido à eliminação dos bairros ilegais o banco nacional de sangues do Zimbabué já está ?praticamente seco?, disse um jornal estatal.
Devido à eliminação dos bairros ilegais o banco nacional de sangues do Zimbabué já está ?praticamente seco?, disse um jornal estatal. O serviço nacional de transfusões sanguíneas adverte que dadores regulares foram deslocados e são agora incontactáveis, as suas casas foram demolidas. as férias da escola também são indicadas como um factor importante, já que 75 por cento dos dadores são estudantes.
Umas 700 mil pessoas ficaram desalojadas e sem trabalho na operação governamental Expulsa o Lixo e Restaura a Ordem, segundo dados das Nações Unidas. Muitos tiveram que voltar para as suas aldeias nas áreas rurais.
alguns dos nossos dadores regulares que com a operação Restaurar a Ordem foram deslocados para outros lados não deixaram direcção de correio, assim não temos maneira de segui-los, disse um porta-voz do serviço de transfusões, Emmanuel Masvikeni.
O banco de sangue nacional tem apenas 650 unidades, quando necessita de três mil, uma situação preocupante. O custo dos transportes também pode ser um factor que impede que as pessoas se desloquem às clínicas para dar sangue, disse Masvikeni.
O serviço de transfusões espera que com o início da escola se possa repor as reservas de sangue para assegurar o seu funcionamento normal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *