Quase duas mil toneladas de açúcar indiano chegaram ao Paquistão, a primeira remessa depois de Islamabad, capital do Paquistão, em agosto ter levantado a proibição de importação.
Quase duas mil toneladas de açúcar indiano chegaram ao Paquistão, a primeira remessa depois de Islamabad, capital do Paquistão, em agosto ter levantado a proibição de importação. O Paquistão concordou permitir a importação de açúcar livre de taxas aduaneiras, depois de quatro anos de preços inflacionados. O carregamento chegou um dia depois de, pela primeira vez, terem sido importados mais de 300 carneiros indianos, para combater a escassez de carne.
as relações comerciais entre a Índia e o Paquistão melhoraram depois dos diálogos de paz. Um importador paquistanês, Rana ayub, disse à BBC que o carregamento era açúcar branco produzido na Índia. Pretendemos ter preços baixos de modo a conquistar uma parte substancial do mercado, disse.
Os comerciantes estão a vender o açúcar a 28 rupias (0,45 euros) o quilo. O açúcar importado deve ser vendido por uma rupia menos.
a importação do açúcar indiano foi proibida no Paquistão em 2001, depois de registar queixas de que as importações de produtos mais baratos estava a danificar a economia doméstica.
No entanto, as poucas chuvas deste ano fizeram diminuir em 20 por cento a produção paquistanesa de açúcar. a importação de açúcar é o resultado da decisão do governo paquistanês de permitir aos negociadores privados a importação de vegetais e carnes da Índia.
Segundo o correspondente da BBC no Paquistão, Shahid Malik, estas importações são um reflexo dos desenvolvimentos conseguidos nas relações entre os dois países.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *