Uma nova organização britânica deseja combater as mudanças climáticas apoiando-se na influência da igreja.
Uma nova organização britânica deseja combater as mudanças climáticas apoiando-se na influência da igreja. Stop Climate Chaos (SCC) agrupa grupos ambientalistas tradicionais, como o Greepeace, com agências cristãs de desenvolvimento, como Christian aid. Exige que o governo britânico corte as suas emissões de gás causador do efeito estufa e que se assegure que o dinheiro entregue a outros países em ajuda seja investido em tecnologias ecológicas.
O novo grupo tem planos para expandir-se, incluindo outras religiões. a grande diferença do SCC é a voz unida, disse ashok Sinha, director do grupo. agrupando vozes dos sectores ecológicos e do desenvolvimento, pedimos uma acção definitiva quanto às mudanças climáticas.
São lançados grandes desafios ao governo britânico. O primeiro de todos é a redução em 20 por cento das emissões de gases poluentes até 2010, e 30 por cento até 2020. ao governo é dada a responsabilidade de fazer das mudanças climáticas uma prioridade internacional. Finalmente, assegurar que os objectivos de combate à pobreza e investimento em tecnologia não poluente sejam alcançados, ao mesmo tempo que se dá assistência aos países em desenvolvimento.
O envolvimento de grupos cristãos como Cafod, Christian aid e Tearfund, junto com Friends of the Earth e WWF pode dar uma nova dimensão moral ao discurso ecológico.como uma organização dedicada ao desenvolvimento, não podemos ignorar as mudanças climáticas. Mas, como uma organização cristã, Tearfund tem como princípio operativo que os cristãos devem preocupar-se com toda a criação divina, não apenas com as pessoas. Temos um mandato bíblico para nos envolvermos no problema das mudanças climáticas, disse andy atkins, director de Teafund, numa clara alusão a Génesis 1, 28.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *