a China continua a dar passos no caminho do desenvolvimento e do respeito pelos direitos humanos. assinou agora um pacto de cooperação com o alto-comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos.
a China continua a dar passos no caminho do desenvolvimento e do respeito pelos direitos humanos. assinou agora um pacto de cooperação com o alto-comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos. a31 de agosto, foi assinado um acordo que promete ajudar os esforços da China para aumentar o seu nível de respeito pelos direitos humanos. O assistente do ministro dos negócios estrangeiros Shen Guofang, e a alta-comissária das Nações Unidas para os Direitos Humanos, Louise Harbour, testemunharam a assinatura do acordo.
Foi assim estabelecida a cooperação entre o alto-comissariado e a China para assistir o país na procura de medidas alternativas às penas de prisão; ajudar o país a reformar as suas leis e regulações relacionadas com direitos humanos.
Outro projecto a desenvolver em conjunto é a incorporação da educação aos direitos humanos no currículo das escolas primárias e secundárias, universidades e formação dos funcionários públicos.
Na passada segunda-feira, arbour presenciou a abertura do XIII Laboratório de Cooperação Regional para a promoção e Protecção dos Direitos Humanos em Pequim. Há grandes oportunidades para a causa dos direitos humanos na região da Ásia-Pacífico, que estão em momentos históricos de desenvolvimento, disse Tang Jiaxuan, conselheiro do estado, no discurso inaugural.
Tang pediu a todos os estados da região para que sigam os princípios do respeito mútuo e de equidade, para dar prioridade ao desenvolvimento dos direitos económicos, sociais e culturais. ao mesmo tempo apelou à manutenção da cultura e valores tradicionais, ao mesmo tempo que aprendem com as boas experiências de outras regiões.
Patrocinado pelo governo chinês e pelo alto-comissariado das Nações Unidas, o laboratório, que terminará amanhã dia 2 de Setembro, reúne representantes de 37 países da região e outras organizações internacionais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *