“Se todas as religiões são vias de salvação”, porquê o Cristianismo a via por excelência? Ou posta a questão noutros termos “Se toda a gente se salva porquê há-de haver missão?”.
“Se todas as religiões são vias de salvação”, porquê o Cristianismo a via por excelência? Ou posta a questão noutros termos “Se toda a gente se salva porquê há-de haver missão?”. as questões de frei José Nunes, no terceiro dia de trabalhos do curso de missiologia, serviram para espicaçar consciências. afinal, o que distingue o cristianismo das outras religiões de tradição cristã?
a especificidade reside no acontecimento de um Deus que se faz homem na pessoa de Jesus Cristo para vir ao encontro do homem e se lhe revela, enquanto que, nas outras religiões, se verifica um esforço dos homens de chegar até Deus.
acreditar em Cristo significa que à adesão da verdade mais bela que é Jesus, há ainda a obrigação de o anunciar, isto é, de fazer missão, de anunciar o evangelho às pessoas. Elas decidirão depois o que fazer, frisou.
Diálogo e anúncio. São dois binómios fundamentais, complementares da acção missionária da Igreja. É necessário que haja partilha e conhecimento do outro para que se possa anunciar Jesus Cristo, salientou o professor.
Durante um dia dedicado ao Ecumenismo e diálogo inter-religioso, o professor da Universidade Católica e provincial dos dominicanos defendeu que as atitudes dos católicos, dese relacionarem com o mundo não cristão, devem ser as mesmas e o modo de relacionamento o mesmo com as igrejas cristãs.
Para que, hoje em dia, se faça missão credível, os cristãos devem estar unidos, ou seja, é necessário trabalhar na unidade dos cristãos para a missão.
Duas dezenas e meia de pessoas participam no segundo ano do ciclo bienal do curso de missiologia. ate sábado, religiosos, seminaristas e leigos recebem formação sobre a missão, no Centro Missionário da Consolata, em Fátima.
O curso é uma iniciativa dos Institutos Missionários ad gentes (IMaG) e conta com o apoio das Obras Missionárias Pontifícias (OMP).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *