aproximam-se as eleições parlamentares e locais do afeganistão.com a caí­da do regime talibã as mulheres ganharam a participação Política, mas começam já a sentir pressões para as manipularem.
aproximam-se as eleições parlamentares e locais do afeganistão.com a caí­da do regime talibã as mulheres ganharam a participação Política, mas começam já a sentir pressões para as manipularem.com o começo da campanha para as eleições parlamentares e locais de 18 de Setembro o Observatório dos Direitos Humanos (HRW) pede ao governo e aos observadores internacionais medidas especiais de protecção para as mulheres. Temem ataques e intimidações por parte dos Talibã e dos senhores da guerra locais.
Entre as medidas de protecção propostas está a melhoria do sistema de queixas e uma melhor organização entre os candidatos e as forças de segurança.
as candidatas no afeganistão corajosamente desafiam os Talibã, os senhores da guerra e as normas sociais conservadoras que as excluem da vida pública, disse Nisha Varia, investigadores do HRW na Ásia. O governo afegão, os observadores e as forças de manutenção de paz podem fazer a diferença na segurança e confiança das candidatas dando uma resposta rápida às queixas de intimidação.
No relatório Campanha contra o medo: Participação das mulheres nas eleições de 2005 no afeganistão, relata-se a história das quase 600 mulheres candidatas para estas eleições.
O HRW denuncia uma atmosfera de medo entre as mulheres envolvidas na política e na defesa dos seus direitos, apesar das melhoras que se sentiram com a caída do regime talibã em 2001. as forças talibã reemergiram e alguns comandantes militares procuram influenciar os resultados eleitorais, intimidando as eleitoras e candidatas, que muitas vezes não estão afiliadas a nenhum partido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *