O país continua a viver uma guerra civil que todos os anos faz milhares de vítimas. Dois padres católicos perderam a vida numa emboscada.
O país continua a viver uma guerra civil que todos os anos faz milhares de vítimas. Dois padres católicos perderam a vida numa emboscada. Dois padres católicos foram mortos numa emboscada das Forças armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc). O ataque ocorreu no passado domingo, 14 de agosto, nas montanhas do distrito de Santander, perto da fronteira com a Venezuela.
a Polícia afirma que os guerrilheiros detonaram uma bomba quando o carro em que os padres circulavam passava, disparando depois contra o veículo. Os padres Vicente Rozo Bayona e Ramón Emílio Mora perderam a vida no ataque, junto com dois trabalhadores que os acompanhavam.
Foram emboscados e abatidos, aparentemente pelas Farc, disse o coronel da polícia Hipólito Herrera.
a guerrilha das Farc afirma respeitar a igreja católica, que muitas vezes foi mediadora nos 40 anos de guerra. No entanto, só nos últimos 10 anos, pelo menos 60 sacerdotes foram mortos pelos rebeldes ou pelos paramilitares de extrema-direita, segundo os números oficiais.
Em 2002 o bispo Isaías Duarte Cancino foi morto, suspeita-se que as Farc estiveram envolvidas.
Milhares de pessoas todos os anos perdem a vida nesta guerra civil que dura há quase 50 anos. Tanto os grupos guerrilheiros como os paramilitares financiam as suas actividades através do tráfico de cocaína.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *