Restam poucas esperanças às esquadras de socorro, que tentam desesperadamente salvar 102 mineiros encurralados numa galaria de 420 metros debaixo de água.
Restam poucas esperanças às esquadras de socorro, que tentam desesperadamente salvar 102 mineiros encurralados numa galaria de 420 metros debaixo de água. O acidente deu-se a 7 de agosto numa mina de carvão em Guangdong, na aldeia de Wanghuai. a água sobe na mina e as esperanças de encontrar os mineiros com vida são muito poucas.
apesar do esforço para bombear a água da mina esta continua a subir cerca de 50 centímetros por hora, não se conhecendo as causas da inundação. Está em curso um inquérito e as autoridades já mandaram suspender todos os trabalhos para permitir o controlo da segurança.
O presidente chinês, Hu Jintao, ordenou que se tomem todas as medidas sem poupar esforços para salvar os mineiros encurralados na mina inundada de água. apesar de promoverem políticas de seguranças nas minas, os acidentes continuam a suceder-se com demasiada frequência.
Na China morrem mais de 6. 000 mineiros por ano, em incêndios, alagamentos e outros desastres nas minas de carvão, apesar das sucessivas promessas do governo de aumentar os níveis de segurança.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *