O Centro Cidadania começa a funcionar no início de 2006, com o curso de acesso à universidade para candidatos dos povos indígenas, trabalhadores da cidade e agricultores rurais de Roraima.
O Centro Cidadania começa a funcionar no início de 2006, com o curso de acesso à universidade para candidatos dos povos indígenas, trabalhadores da cidade e agricultores rurais de Roraima. a possibilidade e a vontade de transformar a realidade excludente de Roraima levou os movimentos populares, entidades e agentes da pastoral social do estado a encabeçar a luta pela inclusão social e democratização do saber. Para tal criou e implantou um curso preparatório Pré-Vestibular Solidário (PVS), gratuito, destinado a pessoas de baixa renda. Esta iniciativa dará a essas pessoas a oportunidade do acesso à informação de cunho académico e, com ela, uma oportunidade de ingresso no mercado de trabalho e a melhoria da sua qualidade de vida.
O PVS vai começar a funcionar nos primeiros meses de 2006, no Centro de Cidadania, espaço localizado na Casa João XXIII, um antigo centro sedeado na capital do estado, Boa Vista, e que está a ser restaurado para abrigar o Centro de Cidadania Nós Existimos.
O objectivo é proporcionar aos alunos toda a infra-estrutura técnica e humana necessária para que tenham uma boa formação para disputar as vagas à universidade em igualdade de condições com os que podem pagar por cursos preparatórios.
O fato de ser um curso pré-vestibular destinado a pessoas de baixa renda, não quer dizer que será de baixa qualidade. Pelo contrário, daremos toda a estrutura e condições para o PVS ser um curso de alto nível, afirmou João Carlos Martínez, coordenador do Movimento Nós Existimos.
O curso funcionará em duas salas de aula com capacidade para 60 alunos cada. as matérias do programa para o vestibular serão ministradas por professores voluntários, em ritmo de turnos (manhã, tarde e noite) com carga horária de quatro horas/turno.
além das salas de aula, serão disponibilizados tanto aos alunos quanto à população em geral, uma biblioteca e um centro de inclusão digital ligado à internet – rede mundial de computadores.
Foto: Pré-vestibular solidário, a universidade ao alcance de todos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *