Uma pequena esperança para três milhões de condenados a morrer de fome: a ajuda alimentar começa a chegar ao Níger, embora tarde e para poucos.
Uma pequena esperança para três milhões de condenados a morrer de fome: a ajuda alimentar começa a chegar ao Níger, embora tarde e para poucos. as operações de emergência para alimentartrês milhões de pessoas no Níger começaram a chegar aos seus primeiros beneficiários a 4 de agosto. Infelizmente foram distribuídosbiscoitos e farinha apenas a500 mulheres e crianças famintas, na cidade de Yama.
Mais de mil pessoas esperavam pacientemente num ambiente quase festivo ao som de tambores e de cânticos. as mulheres com os filhos mais magros e débeis receberam o alimento para recuperarem energias e forças, depois de vários meses de pura sobrevivência.
Os membros das organizações humanitárias consideram esta ajuda tardia, acusando os países doadores de não responderem aos sucessivos apelos. No entanto, a distribuição de alimentos, agora iniciada, ainda pode salvar muitas vidas.
as crianças medidas e pesadas em Yama foram classificadas como moderadamente desnutridas. O que significa que se encontram à beira de um estado de fragilidade que pode conduzir à morte por fome, ou doença devido à debilidade do sistema imunitário.
a agência para as emergências alimentares das Nações Unidas afirmaque uma resposta atempada teriaq evitado um preço tão elevado no combate desta crise. Infelizmente não houve resposta aos vários apelos e só a denúncia dos meios de comunicação social fizeram chegar algumas ajudas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *